Meu primeiro triathlon

Cá estava eu abrindo a minha planilha nova de treinos, quando vejo uma prova marcada no meu calendário pra três semanas pra frente. Logo em seguida, recebo um e-mail da minha coach: “Hey Fabeni! O que acha de se inscrever pra essa prova? Eu acho que você está pronto!” Eu não pensava da mesma maneira mas resolvi considerar a idéia!

O drama das águas abertas

Natação de longe é a modalidade que mais tenho dificuldade. Não que eu seja um baita corredor ou ciclista. E, nadar em um mar, lago ou rio (ou qualquer coisa que não tenha uma raia) é quase que outra modalidade quando comparada com nadar em uma piscina. E eu tinha zero experiência! Então, a minha primeira resposta foi um: Talvez!

Como resolver isso? Nadando em águas abertas! No final de semana anterior ao da prova, agendei um treino em um rio aqui em Charlotte com um time de mergulho e saiu! Vou tentar escrever sobre isso em um outro post!

A preparação

No dia anterior tentei me manter bem hidratado e alinhei como a minha nutri pequenas alterações na dieta para não ter nenhuma surpresa e nem fazer nada extravagante. A prova estava marcada para iniciar as 8 da manhã, então o plano foi o seguinte (executado com sucesso 😂):

  • deixar tudo pronto na noite anterior (fiz uma lista com exatamente cada coisa que precisava levar).
  • acordar por volta das 5 da manhã pra começar a colocar as coisas no carro e me trocar.
  • 5:30 da manhã fazer uma refeição líquida (um belo shake, diga-se de passagem).
  • por volta das 6 da manhã, com tudo no carro, seguir viagem até o local.
  • assim que chegar no local, fazer check-in e preparar a área de transição.
  • ir no banheiro pela última vez.
  • por volta das 7:30 ingerir mais água e carboidrato.
  • então iniciar aquecimento.

A prova e a dúvida

A prova aconteceu no Lake Norman, um lugar super legal aqui em Charlotte, em torno de 1 hora da onde estamos. Fiz a inscrição mas o que não esperava é que durante a semana, 72% dos postos de gasolina na Carolina do Norte estariam sem combustível. Mantive a sequência de treinos e não vou mentir que fiquei numa mistura de ansiedade e preocupação em saber o que ia acontecer. Na quinta-feira a situação começou a melhorar e a organização confirmou a prova. 🙌

A distância era um sprint mas eles acabaram fazendo uma alteração na parte do ciclismo: 750 metros de natação, 28.8 km de ciclismoo e 5 km de corrida.

A natação

Meu plano na natação era simplesmente me sentir confortável e terminar confiante! No geral foi bem mas estranhei um pouco ter tanta gente ao meu redor e dar e receber uns tapas conforme ia nadando! No fim, mantive um pace de 1:58/100m.

A t1

Essa foi a pior parte da prova pra mim! Além de ter um belo caminho entre a água e a área de transição, cai na besteira de não prender meu número no início da prova e deixar para a t1: erro gigante (vou escrever sobre isso depois). Fora isso, tudo saiu como imaginei mas perdi em torno de 5 minutos aqui.

A bike

Pra mim essa foi a melhor e mais divertida parte da prova. O percurso era na maioria plano, com algumas leves subidas, porém a parte final judiou com umas ladeiras de desanimar! Mas, consegui manter uma velocidade média de 34.8km/h que pra mim é ótimo.

A t2

Cometi mais um pequeno deslize na transição que vou comentar em um próximo texto mas, no geral tudo saiu como planejado: tênis no pé e bora pra corrida! Gastei aqui um pouco mais que 2 minutos aqui.

A corrida

Essa judiou! Talvez por não estar esperando tanta subida! No último km quando sem perceber comecei a diminuir o ritmo, estava passando por uma área de camping, quando uma senhora com seus cabelos brancos, batendo palma e sentada em uma mesa na frente do seu trailer gritou: “Isso aí! Não para! Eu queria poder fazer isso também!” Era o empurrão que me faltava pra terminar! Acabei fechando em um pace de 4:13/km.

A experiência

Muita coisa aprendida, mais ainda por vir e bastante coisa a se treinar! Se tem uma coisa que aprendi nessa rotina de treinos, madrugar e várias outras coisas é aproveitar a jornada! Nada de ficar se comparando com outras pessoas, porque isso não vai me levar a lugar nenhum! O negócio é competir contra mim mesmo, e sempre tentar evoluir!

Ver mais posts